Audiência pública para debater a Violência Sexual de Crianças e Adolescentes, é promovida em nosso município

0

O evento foi promovido Pelo Ministério Público do Estado do Pará, através da Promotoria de Justiça de Anajás. No decorrer da Audiência a população pôde se informar melhor e conhecer quando é caracterizado abuso sexual. A Irmã Maria Henriqueta, representante da CNBB na audiência, passeou pelo tema orientando a população de como se caracteriza abuso sexual, assédio sexual e  como é caracterizado, “muitas vezes vem de dentro de casa” disse a Irmã. Procurou mostrar onde se encaixa o papel de cada um nessa luta, estimulando a população a denunciar aos órgãos competentes ou até mesmo pelo disque 100, telefone para denúncias anônimas

Além da população, participaram e compôs a mesa de debate, o Juiz Arnaldo José Pedrosa Gomes, a Defensora Pública Beatriz Reis, Anna Lins ouvidora do SIEDS, a Prefeita do nosso Município Maria Jacy Tabosa Barros, o Vice Prefeito Pedro Mesquita, Ir. Maria Henriqueta representante da CNBB, Pe. Remi Regnier representante da Igreja católica, o presidente da Câmara dos Vereadores Raimundo Nogueira Neto e o Coordenador do conselho tutelar Augusto Frazão, a mesa foi intermediada pela Promotora de Justiça e presidente da Audiência Pública Patrícia Carvalho Assman.

Muitos alunos e professores estavam presentes na audiência o que mostrou que um dos principais público alvo foi atingido. Durante a audiência, foram debatidas e expostas as principais dificuldades de combater o tema, que apesar deste fato ter ganhado certa visibilidade nos últimos tempos a sua compreensão e enfrentamento ainda precisa ganhar muito espaço pois os professores que abordam o tema em sala de aula queixaram-se de alguns pais não aceitarem que seus filhos estudem sobre o assunto nas escolas, o que agrava ainda mais o problema, mesmo sendo tratado com muito cuidado.

Os representantes do CREAS e CRAS do nosso município tiveram oportunidade de falar com a população e apresentar o trabalho que é desenvolvido em prol dessas crianças e jovens, e mesmo com tanta dificuldade não mede esforços para ajudar os mesmos.

A violência cometida contra crianças e adolescentes em suas várias formas faz parte de um contexto histórico-social maior de violência que vive nossa sociedade.A você que é pai, mãe, tio, tia… Preste atenção na criança ou adolescente que tem dentro de casa. Observe o que ela desenha, o que assiste, o que pesquisa na internet e principalmente quem são as pessoas que você abre a porta da sua casa. A maioria dos abusos são cometidos por  conhecidos dos pais ou até mesmo parentes. É uma realidade muito triste, onde só iremos combater alertando os pais para que possam olhar os seus filhos além do que aparenta ser realmente.

Diga não ao abuso e violência de crianças e adolescentes. Por uma infância sem peso, sem marcas e sem traumas.

Vamos observar mais e não se acovardar aos fatos. Denuncie!

Texto e Imagens: Prefeitura Municipal de Anajás

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade